terça-feira, 11 de maio de 2010

Europa, porcos e sereias

Há alguns anos, jornalistas ingleses e americanos criaram a sigla “PIGS” para se referir a quatro países europeus: Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha (Spain). O acrônimo significa “porcos” em inglês. Foi adotado porque os quatro países apresentariam grandes níveis de endividamento e altas taxas de desemprego.

A denominação carrega também uma grande dose de preconceito contra povos de origem latina. Mais do que isso, contra a forte tradição de resistência operária presente nesses países. É o que estão mostrando os trabalhadores gregos.

Por falar em Grécia, na Odisséia, a feiticeira Circe transformou em porcos os homens de Ulisses. Este conseguiu obrigá-la a desfazer o feitiço. Circe tornou-se aliada do herói grego e deu-lhe um conselho valioso. Colocar cera nos ouvidos de seus homens para resistir ao canto das sereias.

Que os trabalhadores europeus se recusem a dar ouvidos a seus próprios governos e aos neoliberais em geral. Levantem-se contra os capitalistas e sua crise. Que eles limpem suas próprias porcarias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário