quarta-feira, 28 de setembro de 2011

200 milhões de desempregados. Mas pode piorar

As bolsas de valores voltaram a subir ontem, 27/09. O mercado está otimista quanto a uma solução para a dívida da Grécia. Um problema realmente muito sério. A ameaça de um calote grego já fez o valor dos bancos europeus cair 40%, desde janeiro. Eles estão com os cofres cheios de títulos do tesouro grego. Já perderam € 400 bilhões só de ouvir falar em calote.

No mesmo dia, notícia publicada em O Estado de S. Paulo diz que os países do G-20 podem enfrentar sérios problemas de desemprego. Refere-se a um recente estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Segundo a pesquisa, os 20 países mais ricos do mundo já perderam 20 milhões de postos de trabalho com a crise de 2008. Mas outros 20 milhões podem sumir até o fim de 2012. Além disso, 200 milhões de pessoas já estão desempregadas atualmente no mundo. Um número que só perde para os anos de crise que se seguiram à Depressão de 1929.

Ou seja, o otimismo do mercado já é a uma realidade muito ruim para os trabalhadores. Infelizmente, pode ficar pior.

Leia também: Banqueiro elogia Marx por motivos errados

Um comentário:

  1. Bem, pelo menos alguém está pagando a conta. O mais óbvio: o povo.

    ResponderExcluir