terça-feira, 20 de março de 2012

O poderoso pai de Thor

Thor tem enormes poderes. Mas seu pai os tem ainda maiores. O rapaz saiu para descansar em um paraíso terrestre. Infelizmente, o trajeto incluía passagem por lugares menos olímpicos. Voltando a sua sagrada morada, seu martelo atingiu um reles mortal. A pobre criatura, de imediato, abandonou sua curta vida.

Já não se sabe o quanto de culpa cabia ao filho da divindade no infeliz acontecimento. É que o todo poderoso pai de Thor veio em seu socorro. O plenipotenciário genitor mandou que se desfizessem as circunstâncias do acidente. Ou seria incidente, já que teria se tratado de evento menor segundo os padrões divinos? O fato é que tudo ficou arranjado para que o desagradável episódio seja esquecido.

De tal maneira que Thor já descansa em Asgard, provavelmente um pouco abalado pelos danos causados a seu belo malho. Seu pai, por sua vez, fez alguns pronunciamentos refestelado em seu imponente trono. Com belas palavras, atribuiu toda a responsabilidade pelo contratempo àquele que agora jaz defunto.

A vida das divindades nem sempre é fácil. Ainda bem que podem contar com a ajuda de alguns mortais. Em especial, aqueles que ocupam os governos. Estes se mostram mui autoritários em relação à gente comum. Diante dos que lhes proporcionaram sua elevada posição, porém, comportam-se servilmente. Afinal, devem ao ouro dos deuses suas estadias nos palácios do poder.

Leia também: Morte com passagem de ida e volta

2 comentários: