quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O comunismo sob ameaça, no Brasil

Comunismo não tem nada a ver com um Estado forte que determina o que o povo deve comer, em que trabalhar, o que pode ser dito, quantas famílias vão morar em uma casa etc. A raiz da palavra comunismo é propriedade comum.

Não se trata de dividir todas as coisas. Apenas os meios utilizados por uma sociedade para se manter. Principalmente, os meios de produção. São as ferramentas, a terra, as sementes, a colheita e o que sobrar dela. Comunismo é semear juntos, produzir coletivamente, decidir comunitariamente. Viver solidariamente.

Essa concepção tem como base a idéia de que todos os seres humanos são iguais em seu potencial criativo. Ainda que sejam muito diferentes cada vez que esse potencial se realiza.

Muitos dizem que essa forma de viver é utópica. A história humana desmente. Foram mais ou menos 95 mil anos vivendo assim. Até que surgiu o controle privado dos meios de produção, há uns 5 mil anos.

Mas ainda há sociedades comunistas. São as sociedades indígenas. Nelas, a propriedade privada da terra, por exemplo, é algo completamente estranho. Ela não pertence a ninguém. Simplesmente existe para oferecer sustento a quem nela trabalhar.

O que resta do modo de vida comunista no Brasil está sob ameaça. Ameaçado pela expulsão das terras que ocupam há séculos. Por doenças, vícios, hábitos introduzidos pelos invasores brancos. Por obras enormes, que vão inundar florestas e matar rios. Pelo dinheiro, que corrói as relações humanas.

Felizmente, a idéia do comunismo teima em renascer. Ressurge das violências dos poderosos, revelando aos dominados sua igualdade na condição de explorados e ofendidos.

Leia também: Belo Monte: Lula pariu o monstro

Um comentário:

  1. Bom como dizia o velho Marx "nosso objetivo não é a igualdade na penúria, mas sim a distribuição equânime das riquezas".

    Mas não vou entrar em detalhes ,mas o seu tema da um bom debate em relação a questão do comunismo,socialismo,estadismo,comunitarimso e etc...

    ResponderExcluir