segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Para bom entendedor, meia palavra bas...

Violência contra a mulher e racismo

Em um ano, morreram assassinadas 66,7% mais mulheres negras do que brancas no Brasil. Essa é uma das conclusões do Mapa da Violência 2015, divulgado em 09/11, pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso).

Além disso, de 2003 a 2013, os assassinatos de mulheres negras aumentaram 54%, enquanto as mortes violentas de mulheres brancas diminuíram 9,8%.

Já números de relatório divulgado em 05/11, pelo Departamento Penitenciário Nacional, do Ministério da Justiça, mostrou um aumento de 567% no número de mulheres presas no Brasil em 15 anos. A taxa representa mais de quatro vezes o crescimento geral de presos no País, de 119%. Detalhe adicional: duas em cada três presidiárias são negras.

Mar de Lama em Minas

Sobre o mar de lama que vem atingindo várias cidades de Minas Gerais a partir de Mariana, o governador daquele estado, Fernando Pimentel (PT), deu uma entrevista coletiva em 08/11.

Pimentel afirmou que “a empresa está cuidando do que ela é responsável", referindo-se à mineradora Samarco, responsável pela barragem que rompeu e destruiu um bairro inteiro.

Alguns detalhes adicionais: a coletiva de imprensa foi feita na sede da empresa Samarco. A Samarco faz parte de um grupo controlado pela Vale. E a Vale contribuiu com R$ 1,8 milhão para a campanha eleitoral de Pimentel.

Maconha e vinho

Gregório Duvivier sendo engraçado, na Folha, em 09/11: ”Se Jesus transformasse tabaco em maconha, teriam que proibir o vinho”.

Sem licitação

Em 08/11, Eduardo Paes declara sem qualquer graça ou vergonha, no Folhapress: “Obra olímpica 'secreta' é mais rápida sem licitação, diz prefeito do Rio”.

Leia também: Para bom entendedor, meia palavra bas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário