quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Desastre aéreo e cobiça

Aproveitando as recentes notícias sobre vôos atrasados, tripulações sobrecarregadas e pilotos sonolentos, um episódio bem didático sobre o modo como o capitalismo funciona.

Na Inglaterra, nos final dos anos 80, um avião pegou fogo antes de decolar. O piloto ainda conseguiu deter a aeronave ao lado da pista. Mas apenas uma das saídas de emergência funcionou. Dos cerca de 150 passageiros, mais de 50 morreram asfixiados pela fumaça.

Durante as investigações sobre as causas do acidente, voluntários foram colocados em um avião do mesmo tipo para verificar as falhas. Entre elas, a dificuldade para evacuar o aparelho rapidamente. Mas o maior desafio era reproduzir o clima de pânico causado pelo incêndio e pela fumaça. Não havia como fazer os voluntários simularem uma situação de desespero.

Foi aí que alguém teve uma idéia. Os primeiros a sair do avião receberiam prêmios em dinheiro. Foi o bastante para que os voluntários se precipitassem para a saída trocando tapas e empurrões. Não era pânico, mas teve os mesmos efeitos.

É assim que funciona o comportamento humano sob as condições impostas pela sociedade capitalista. Quem já viu consumidores invadindo lojas atrás de grandes liquidações sabe que a experiência faz todo o sentido. Ou melhor, não faz sentido nenhum, a não ser para os poucos que lucram com tanta cobiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário