quinta-feira, 21 de julho de 2011

Chile: uma festa muito séria

O Chile vem assistindo a um dos maiores protestos estudantis desde o fim da ditadura. São milhares de jovens nas ruas, usando muita criatividade e bom humor.

Os estudantes reproduziram uma dança de “Thriller”, sucesso de Michael Jackson. Organizaram uma maratona de 1.800 horas em volta do Palácio do Governo.

A grande mídia tenta mostrar os protestos como apenas uma grande festa de adolescentes. Nada disso. A alegria das manifestações tem razões muito sérias.

Os estudantes exigem profundas reformas na educação. Entre elas, ensino universitário para todos. A tradicional Universidade do Chile é pública, mas cara. Um curso custa US$ 8.000 anuais. A renda média chilena não chega a US$ 700 mensais.

O Chile foi um dos primeiros países a adotar o modelo neoliberal. Tarefa imensamente facilitada pelo governo sangrento de Pinochet. O resultado é uma grande desigualdade social.

É o que mostram dados da reportagem de Lucas Ferraz para a Folha de S. Paulo, de 20/07: cerca de 60% dos 17 milhões de chilenos têm renda média inferior à de Angola. Enquanto isso, 20% vivem com renda semelhante à de países como Noruega e Dinamarca.

O atual governo é de direita. O anterior era formado por partidos de esquerda. Mas, limitou-se a participar dessa festa para poucos. Daí, a desilusão popular com as instituições oficiais e a opção pela política feita nas ruas.

Os chilenos aceitaram o convite feito pelos povos africanos, árabes e europeus. Invadiram as praças. E não abrem mão da alegria como parte da revolta. Mas, é preciso preparar a resistência. As forças da repressão odeiam folias.

Leia também: A revolução egípcia sob ameaça

2 comentários:

  1. Os beijos podem ser os mais variados; afetuosos, lascivos, fraternais e REVOLUCIONÁRIOS! Nesta última terça, dia 12, em Valparíso- Chile, milhares de estudantes se reuniram no que chamaram de "beijaço pela educação". Leia mais.
    http://tavivavoz.blogspot.com/2011/07/mais-que-delicioso-revolucionario.html

    ResponderExcluir