segunda-feira, 13 de junho de 2011

Battisti: vamos ao que importa

Cesare Battisti foi libertado da prisão pelo STF. Decisão correta. Mas, pegou mal na Itália. Em 09/06, o jornal italiano Corriere della Sera fez uma pesquisa online. Quis saber quem concordava com a proposta de boicotar a Copa de 2014, no Brasil. Cerca de 80% dos internautas responderam afirmativamente.

O governo italiano convocou seu embaixador no Brasil. Anunciou que quer levar caso à Justiça Internacional. Já o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, manifestou o "grande desgosto" com a decisão. Disse que a Itália “recorrerá às instâncias judiciais que forem necessárias para garantir o respeito aos acordos internacionais”, etc, etc.

O fato é que esse barulho todo deve ter poucas conseqüências concretas. É o que indica o ministro do Desenvolvimento Econômico italiano, Paolo Romani. Ele lamentou a decisão do STF, mas afirmou que em nada vai afetar "as ótimas relações comerciais e industriais” que as empresas italianas têm com as brasileiras. Está coberto de razões econômicas para dizer isso.

Afinal, o Brasil é o terceiro parceiro europeu e o nono mundial da Itália. No ano passado, as trocas comerciais entre os dois países chegaram a 7,2 bilhões de euros. Ou seja, segundo o ministro italiano, estamos no capitalismo. Se não afetarem os lucros, importam muito pouco questões que envolvam justiça, direitos, ideologias...

Leia também: Que tal aplicar botox no bebê?

Nenhum comentário:

Postar um comentário